Sessão Vítor Rua – Festival ‘Som Riscado’

Vítor Rua esteve na Escola EB2,3/S da Bemposta, em Portimão, para dinamizar uma sessão de mediação musical com os formandos dos cursos profissionais de Instrumentista de Jazz, Cordas e Tecla (clássico), e Interpretação (teatro), antevendo assim as masterclasses que vai apresentar no festival nos dias 11 e 13 de abril em Loulé.

Durante duas horas o inquietante músico e compositor, nome cimeiro da música criativa e experimental em Portugal, contagiou a audiência com as suas reflexões e exemplos, desconstruindo visões e paradigmas sobre Som e Música, e apontando novas tendências e caminhos, sempre numa linguagem acessível e simultaneamente rigorosa, sem esquecer ainda o debate com muitas perguntas a serem lançadas por alunos e docentes.

Esta atividade inseriu-se numa parceria alargada do festival Som Riscado com a comunidade escolar, neste caso com uma instituição pública de ensino de referência na região a nível da pedagogia e dinâmica artísticas (a Escola da Bemposta), procurando-se assim também criar e consolidar pontes de colaboração entre agentes culturais situados no sotavento e barlavento algarvios (áreas tantas vezes distantes não obstante a proximidade geográfica e a dimensão territorial da região), além de criar um maior fluxo de públicos.

O nosso muito obrigado à direção da Escola pela abertura, apoio e entusiasmo desde a primeira hora, bem como aos diversos professores envolvidos: José Estorninho, José Reis, Davide Fournier, Maria F. Navarro, Alexandre Dahmen, Filipe Valentim, Catarina Cardoso, Pablo Lapidusas, Joana Melo, Bruno Vítor, Daniela Dahmen e Oxana Temniakova.

Seguir ligação facebook

Esta entrada foi publicada em Atividades. ligação permanente.